Sem categoria

O discurso anti-apologética

O discurso anti-apologética é comum no meio do “novo-liberalismo” teológico. O escritor Donald Miller, no seu livro Como os pinguins me ajudaram a entender Deus (Rio de Janeiro: Thomas Nelson Brasil, 2007), escreveu: “Meu mais recente esforço de fé não é do tipo intelectual. Eu realmente não faço mais isso. Mais cedo ou mais tarde você simplesmente descobre que há alguns caras que não acreditam em Deus e podem provar que ele não existe e alguns outros caras que acreditam em Deus e podem provar que ele existe- e a esse ponto a ser sobre quem é mais inteligente; honestamente, não estou mais interessado nisso”.

O discurso anti-apologética, comum no antiintelectualismo pentecostal se assemelha aos novos-liberais, que não vêem razão nos debates. Desprezar a apologia é despreza boa parte do Novo Testamento, que eram na verdade tratados apologéticos. A apologética é mandamento divino ( Fp 1.7, 16; I Pe 3.15 e Jd 3).

Agora, é claro que existem apologias equivocadas e mal preparadas, mas esse é um outro assunto que será tratado em um futuro texto.

2 comentários em “O discurso anti-apologética

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s