Sem categoria

Equilíbrio entre as partes!

Uma visão equilibrada entre Soberania Divina e responsabilidade humana.

9 comentários em “Equilíbrio entre as partes!

  1. Gutierres,

    Parabéns por seu blog, cada vez melhor.

    O que você chama de visão equilibrada é o que nós chamamos de calvinismo. Veja bem, nós calvinista cremos:

    1. Que Deus é soberano;
    2. Que o homem é responsável
    3. E que não há contradição alguma entre soberania e responsabiliade.

    Além disso, não temos grandes problemas em dizer “não sei”. Não sabemos muitas coisas simplesmente porque Deus não revelou e quando a Bíblia pára não é prudente continuar.

    Somos criticados por arminianos modernos por essa franca admissão de ignorância, mas não temos como nos livrar da crítica.

    Sobre a relação entre livre-arbítrio e responsabilidade escrevi o artigo < HREF="http://cincosolas.blogspot.com/2009/04/sobre-livre-arbitrio-e-responsabilidade.html" REL="nofollow">“Sobre livre-arbítrio e responsabilidade”<>, no < HREF="http://cincosolas.blogspot.com" REL="nofollow">Cinco Solas<>.

    Em Cristo,

    Clóvis

    Curtir

  2. Caro Gutierres. O seu blog anda bem frequentado. Olha o Clovis aí, apresentando uma abalizada opinião.
    E concordo ele. O calvinismo sustenta uma visão equilibrada sobre o livre-arbitrio e a Soberania de Deus. No entanto, o arminianismo sustenta uma visão deficiente da Soberania de Deus aliada a uma visão pagã do livre-arbitrio.

    Eu parabenizo o seu blog. Continue assim. Fortaleça a doutrina pentecostal.

    Curtir

  3. Vivamos com este mistério… diz Piper. E este é o segredo para vivermos com esta verdade que nossa mente finita não consegue racionalizar. Deus quer que todos sejam salvos (alguns calvinistas interpretam ‘todos’ de forma diferente, mas a Biblia diz ‘todos’), mas Deus intervém apenas na vida de alguns, os tal de eleitos. Todos escolheram a morte e o inferno (por isto: não temos livre arbítrio nesta questão), mas Deus intervém graciosamente na vida de alguns e os faz arrepender. Sim isto é calvinismo, isto é misterioso, mas é a melhor resposta ao dilema da humanidade.
    Eu endosso!
    Parabéns pela postagem.
    Abraço,

    Curtir

  4. hehehe… curioso… só elogios por parte de nossos irmãos calvinistas… heheh
    Visivelmente a esperança dos manos é que seu blog difunda o calvinismo no meio pentecostal. E de certa forma é o q vc tá fazendo…
    Ainda não entendi Gutierres se vc é calvinista, arminiano ou…?
    Fiquei curioso.

    PS.: O livre-arbítrio é muito mais racional que a contradição calvinista.

    Cleber.
    http://confraria-pentecostal.blogspot.com/

    Curtir

  5. Pr. Cleber,

    Estranhei esse seu comentário. Por vários motivos:

    1) O Confraria Pentecostal também publicou vídeos calvinistas, se não me engano do próprio Piper;

    2) Calvinistas também elogiaram seu blog várias vezes. Eu mesmo mais de uma vez.

    Então não entendi sua alfinetada no Gutierrez.

    Em Cristo,

    Clóvis

    Curtir

  6. O livre arbítrio não é racional na perspective bíblica, mas a responsabilidade humana é. O problema é que quando queremos confrontar o calvinismo, estamos na verdade confrontando o hipercalvinismo (que transforma o homem em marionetes), o que é amplamente rejeitado pelos leitores calvinistas deste blog. O nosso irmão Cleber procura defender o arminianismo/pentecostalismo contra o calvinismo/tradicionalismo. A proposta de nós calvinistas é promover a idéia que calvinismo e pentecostalismo podem andar de mãos dadas, reconhercendo que há dimensões que estão além de nossa mente finita.
    Não atacamos o pentecostalismo, alguns dos calvinistas que comentam neste blog são pentecostais, eu pessoalmente creio, que o movimento pentecostal é um movimento de avivamento genuíno, mas devemos verificar juntos desvios graves da doutrina biblica na atual prática pentecostal.
    Esta é a proposta do nosso irmão Gutierres, que, como o conheço, ama a Palavra de Deus e a igreja a qual pertence, mas deseja ardentemente, que a igreja brasileira (pentecostal ou não) seja conhecida pela prática cristã biblica e ensino saudável (seja no “esquema” calvinista ou arminiano).
    Na prática cremos o mesmo: a salvação genuína tem as seguintes evidências:
    1.arrependimento
    2.santificação.
    E creio que todos nós desejamos o mesmo:
    1.Cristo sendo pregado e crido
    2.a igreja sendo renovada
    3.milagres de Deus acontecendo (sim, estou falando de curas, libertação, restauração…., sou calvinista, mas creio em milagres)
    4.e toda glória sendo dada a Deus
    Um grande abraço,
    Matias

    Curtir

  7. Clóvis,
    meu brother, de fato publico vídeos de autores/pregadores calvinistas, mas não vídeos defendendo o calvinismo. Os vídeos que publiquei falam coisas que eu como arminiano tbm creio. Questão de coerência.

    Da mesma forma que a CPAD publica livros de autores reformados, desde que não defendam o calvinismo. Sei por fontes seguras que a orientação interna é essa.

    Eu não alfinetei o meu mano Gutierres.
    Apenas falei uma verdade (a torcida calvinista) e perguntei qual a posição dele, já que eu nunca ouvi ele se posicionar a respeito.

    Curtir

  8. Matias,
    respeito vc discordar do livre-arbítrio (que prefiro chamar de arbítrio-liberto).

    Eu entendo que é possível uma igreja ser calvinistas e pentecostal.
    (Especialmente pq os calvinistas na prática acabam orando e evangelizando)

    Entendo tbm que boa parte do encantamento pentecostal com o calvinismo é justamente pq acham que o calvinismo vai inibir certas mazelas que temos em nosso meio. Creio que estão tomando o remédio errado.

    Só pra ter idéia, dias atrás, John McArthur, disse num programa de rádio: “A nossa oração nunca muda absolutamente nada do que vai acontecer, porque o que vai acontecer já está determinado por Deus antes da fundação do mundo. O único objetivo da nossa oração é ter comunhão com Deus”.

    Sinceramente, não vejo nada mais “desestimulador” do que achar que a oração não faz diferença nenhuma.
    E basta o povo deixar de orar para que o avivamento cesse.

    Curtir

  9. Vendo o rico debate entre os irmãos, surgiu então à questão sobre minha posição em relação ao calvinismo e o arminianismo. Respondo da seguinte forma: quando converso com calvinistas, todos me apontam como arminiano. Quando converso com arminiano, todos me apontam como calvinista. Portanto, está difícil assumir uma posição. Rsrs

    Um abraço a todos!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s