Sem categoria

Interesses familiares não são da igreja!

Vejam o “santinho”.

O esquema é o seguinte:

Os políticos precisam de votos. Em busca de votos eles montam alianças partidárias ou comunitárias. As igrejas evangélicas são comunidades de lideranças fortes. Então, os políticos fazem negociatas com os pastores para que aquela igreja apoie o candidato. Esse esquema é legal, mas imoral. É lícito, mas não convém. Igreja deve orientar fiéis no voto consciente, mas nunca apoiar A ou B.

José Wellington apoiará Aluísio Nunes (PSDB) só porque sua filha Marta Costa (DEM) é suplente do candidato ao Senado. Tal posição não beneficia a Assembleia de Deus, como diz o folheto, mas sim a família Bezerra e Costa. É claro que Aluísio Nunes quer o apoio do pastor mais influente do estado de São Paulo, pois apoio é o que qualquer candidato procura, por isso ofereceu a suplência para Marta Costa. Aluísio faz o seu papel de político que articula alianças, mas o pastor José Wellington deixa de fazer o seu papel de pastor.

Vou até votar no candidato tucano, mas não porque este é apoiado por José Wellington. Aliás, depois que soube dessa “aliança” até pensei em não votar em Aluísio Nunes. Só desisti porque sou contra voto nulo ou branco e as demais opções ao Senado por São Paulo são péssimas. Ou seja, Aluísio Nunes quase perdeu o meu voto por ser apoiado pelo meu pastor.

Peço ao pastor José Wellington: não fale em interesses da Assembleia de Deus quando os verdadeiros interesses são familiares. Se o interesse fosse da denominação, o nome indicado pelo bom senso não seria de um familiar. Nesse caso, é um desrespeito usar o nome Assembleia de Deus como representante.

Leia também:

http://www.pulpitocristao.com/2010/09/pastor-jose-wellington-bezerra-da-costa.html

21 comentários em “Interesses familiares não são da igreja!

  1. Aqui em são luis a palhaçada estar a mesma,o pastor josé guimarães coutinho presidente da AD em são luis ministério missão vinculada a CGADB,estar apoiando a rosena filha do sarney ela foi a um culto de assembléia geral até subiu no púlpito,ou seja uma macumbeira pedindo voto na casa de Deus.
    OBS:não tenho nada contra a assembléia de Deus muito pelo contrario sou membro da mesma

    Curtir

  2. Bem que eu havia comentado com a minha esposa sobre esta suplente do candidato Aloysio Nunes, quando a vi na TV… mas não sabia de quem ela era filha!

    Você é contra o voto em branco? Pois eu digo que para presidente, infelizmente, esta será a minha opção.

    God bless.

    Curtir

  3. Guitierres, Graça e Paz, reproduzi este texto do Léo em meu simplório blog e peço-lhe permissão para postar o seu aritgo em emu blog.

    Grato.

    William Pessôa

    Obs:(Agora precisam de pouquíssimas orações “apenas 451 mil” rsrsrsrs)

    Curtir

  4. Infelizmente essa prática é corriqueira dentro da nossa denominação. O meio evangélico, e principalmente o assembleiano, absorveu os vícios políticos de confundir público com o privado, interesses coletivos com os particulares. E o que se percebe, é que cada vez mais, nossas lideranças estão em desarmonia com os anseios do povo cristão.

    Curtir

  5. André Luis, a paz!

    Sua mensagem é muito importante.

    Sempre soube desse envolvimento NOJENTO da liderança assembleiana no Maranhão, especialmente da capital, com a família Sarney.

    A família Sarney é claramente CORRUPTA. Não importa a religião dela, mas Roseana não deve ter apoio de uma igreja. Essa mulher, todos sabem, é acusada de VÁRIOS crimes.

    Nota ZERO para o pastor Coutinho e o seu apoio à família Sarney.

    Curtir

  6. Meu caro irmão Gutierres, a paz do Senhor!

    Eu sou um admirador e seguidor de seu blog. Acho muito interessantes as suas postagens. Porém, quero registrar pacificamente minha reprovação a sua manifestação publica contra o nosso pastor. Acredito que essa atitude não é correta. Confesso que não concordo com uma porção de coisas em nossa denominação, mas acredito que não temos o direito de ficar fazendo “denuncias” ou manifestações como essa. Ainda mais em um blog tão visto como o seu. Peço que não me leve a mal. Realmente o admiro muito. Apenas o aconselho a não fazer esse tipo de criticas contra nossos líderes. Devemos respeita-los, ainda que discordemos de suas posturas com relação a determinadas coisas. Lembra-se daquele episódio em que o arcanjo Miguel contendeu com Satanás? Pois é, ele não ousou proferir palavras difamatórias nem ao Diabo…imagine então nós, falando mal de nossos pastores?! Bom, mais uma vez, peço encarecidamente que voce não me leve a mal. Apenas gostaria de que voce não entrasse por esse caminho perigoso, e certamente trágico, de ficar tentando falar de igual pra igual com quem é nosso superior.

    Um abraço!

    Curtir

  7. Cristiano, a paz!

    Sou contra o voto em branco porque esse sempre ajudará alguém, assim como o voto nulo. Não é protesto, pois ajuda quem tem mais votos. No caso da presidência, o seu voto branco ajudará Dilma Rousseff, rs.

    É até melhor votar em um nanico maluco do que “protestar” com branco ou nulo. rs

    Abraços!

    Curtir

  8. Wanderley, a paz!

    José Wellington não está imune de críticas. Nem ele, nem eu, nem você, nem ninguém. Líderes sem avaliação são perigosíssimos! Faço tal crítica publicamente pois é quase impossível falar pessoalmente com o nosso líder. Ele, como todos os pastores famosos, sempre está cercado que quem possa servi-lo.

    Respeito sua opinião, entendo sua preocupação, mas não concordo. Paulo censurou Pedro publicamente. Pedro foi um grande líder, mas não escapou da avaliação imparcial de Paulo.

    Abraços

    Curtir

  9. Meu caro irmão Gutierres

    Mas Paulo estava justamente provando sua autoridade apostólica aos crentes da Galácia. Ele cita a ocasião em que ele repreendeu a Pedro exatamente para mostrar aos críticos que ele podia falar de “igual pra igual com aquele que era reputado como um dos maiorais do colégio apostólico”. A sua autoridade apostólica estava sendo atacada, por isso ele relata esse fato. Meu objetivo não é te ensinar (pois na realidade, venho ao seu blog para aprender…e realmente tenho aprendido muito), mas esse texto não serve para te apoiar.
    Olhe, Deus certamente usará alguem do alto escalão para fazer essas criticas.
    Quando Pedro precisou ser repreendido, Deus usou um “apóstolo” que estava a altura para fazer isso; Quando Davi precisou ser repreendido, Deus usou um “profeta”; Note que em todos esses casos (e em outros: Acabe, Herodes, Jeroboão, etc…) Deus sempre usou alguem que estava no mesmo nível que eles, ou acima, nunca abaixo. Note que a unção de profeta é superior à de rei. E, como eu disse anteriormente, Paulo podia falar de igual pra igual com Pedro. Voce tem um futuro brilhante pela frente. Sei que, se Jesus não voltar tão breve como esperamos, você certamente desempenhará um papel muito importante em nossa igreja. Mas, espere o tempo oportuno para que isso ocorra. Por favor, receba minhas considerações como a de alguem que o ama e quer seu sucesso.

    Em Cristo!

    Curtir

  10. Wanderley, a paz!

    A visão de uma crítica baseada na hierarquia é uma leitura rápida do Antigo Testamento. O próprio Davi, ainda pastor de ovelhas, ensinou lições para o rei Saul que o mesmo não gosto. Ana, uma desprezada mulher infrutífera, ensinou com suas atitudes o grande sacerdote Eli.

    Se seguirmos esse raciocínio, então somente pastores presidentes poderiam criticar outros pastores presidentes. Imagine se Lutero pensasse assim. Jamais Lutero poderia equiparar à função de papa para criticar o pontificado. Ele era um simples monge agostiniano.

    Penso que você, como presbítero de uma igreja local, pode levar suas observações para a presidência do campo onde trabalha. Como ninguém faz isso, a nossa liderança está mal acostumada com o pensamento contrário.

    Quando escrevo um post como esse, não penso que JW vai ler e que mudará de atitude pelos meus argumentos, mas quero expressar minha indignação como membro dessa igreja.

    Abraços e obrigado por expressar seus pensamentos divergentes neste espaço.

    Curtir

  11. A paz do Senhor.
    Quero parabenizá-lo mais uma vez por sua coragem, coerência e impacialidade. Realmente seria muito bom, como sugerido pelo irmão Wanderley Santana, que alguém “do alto escalão”, pudesse tentar corrigir estes atropelos repugnantes em nosso meio. Entretanto, infelizmente, a grande maioria do “alto escalão” anda um tanto comprometida com o poder denominacional para erguer a sua voz neste momento. E quando Obadias, que é do alto escalão se cala, Deus usa mesmo é o tisbita Elias.
    Penso que desde que não se falte com respeito à pessoa em si, qualquer membro do Corpo de Cristo, tem total liberdade para se reportar a quem quer que seja quando há necessidade de se expressar. Que este post pudesse ser lido por todos os assembleianos, pois isto é um retrato da nossa triste realidade de norte a sul do Brasil, com raríssimas excessões, é claro.

    Que Deus tenha misericórdia de nós…

    Curtir

  12. querido gutierres,quero aqui deixar meu apoio aos seus belíssimos comentários a respeito da vergonhosa posição do lider da cgadb.sua voz vem se unir a muitos assembleianos inconformados com certas “alianças”entre pastores e politicos.Deus continue te abençoando.

    Curtir

  13. Cristão de opinião e ética é assim…não importa se é o “meu” Pastor que esta falando nem por isso tenho que assinar embaixo! Gostei Gutierrez tbm sou contra!!!!Não devemos temer ao homem mas sim à DEUS Continue assim e Deus continuara te honrando por isto sigo este blog!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s