Política

O que podemos aprender biblicamente com o "caso Lula"?

Por Gutierres Fernandes Siqueira
01) “As pernas eram de ferro, e os pés eram em parte de ferro e em parte de barro”. (Daniel 2.33). Assim como Nabucodonosor, alguns líderes esquecem que seus impérios estão baseados em pés de barro.
02) “O orgulho vem antes da destruição; o espírito altivo, antes da queda”. (Provérbios 16. 18). Alguns líderes esquecem que o orgulho é o pior conselheiro. Sim, ele sempre derruba o altivo no final.
03) “Melhor é um jovem pobre e sábio, do que um rei idoso e tolo, que não mais aceita repreensão”. (Eclesiastes 4.13). O pior cenário na vida de um homem não é a corrupção e o pecado, mas o não reconhecimento dos próprios erros.

5 comentários em “O que podemos aprender biblicamente com o "caso Lula"?

  1. A analogia com o sonho de Nabucodonozor não faz sentido. Os pés de barro não representavam seu reino. Mas de todo modo, a dificuldade de reconhecer as próprias falhas é um mal do qual, infelizmente, quase todos padecemos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s