Cosmovisão Cristã · Resenha

Resenha: “O Cristão e a Universidade”

Por Gutierres Fernandes Siqueira

Há uma longa tradição no pensamento ocidental onde a fé em Deus é vista como infantilizante e paternalista, ou seja, o homem religioso não passa de um ser desprovido de inteligência e totalmente manipulável. Assim afirmavam alguns pensadores como Ludwig Feuerbach (1804- 1872), Karl Marx (1818-1883), Sigmund Freud (1856-1939) etc. Outros intelectuais contemporâneos como Michel Onfray, Richard Dawkins, Daniel Dennett ainda hoje mantêm essa tese viva.

Mas precisamos aceitar esse pensamento presunçoso como verdadeiro? O professor Valmir Nascimento vai mostrar que não. Em O Cristão e a Universidade (CPAD, 2016, 264 p.) Nascimento desenha uma trajetória ascendente para entendermos como o cristianismo é uma visão de mundo pronta a se apresentar com confiança e segurança na arena pública. Não podemos esconder a nossa fé no armário, para usar uma analogia da moda. O autor conseguiu resumir nessa obra os aspectos mais importantes da apologética contemporânea, a saber, a conceituação de cosmovisão, o papel da própria apologética, a autenticidade comportamental e os pontos fortes e fracos da cultura acadêmica contemporânea. E peço especial atenção aos capítulos 10 a 12, isso porque pior que um crente despreparado e sem base apologética é aquele que faz uma apologética mal feita. O Valmir Nascimento mostra bem o que é e o que não é apologética nesses capítulos.

Devo confessar que eu tinha medo da universidade na minha adolescência. Mas foi graças a livros como do Valmir que, quando adentrei na faculdade de jornalismo aos 18 anos, não tive qualquer crise de fé. Ao contrário, a minha fé saiu dali ainda mais fortalecida. Eu até tive professores que eram ateus militantes, mas naquele momento eu já conseguia discernir quando esses falavam como especialistas em suas áreas de formação ou quando falavam como crentes de uma antirreligião.  Ao ponto que quando um professor levantava alguma objeção à religião os meus colegas já olhavam pra mim esperando uma contrarresposta – e a cena era até engraçada.  

Naquela época eu só conhecia o Valmir Nascimento de blog e esse livro não existia, mas devo agradecer a pensadores como ele que motivam os crentes a exercerem a fé cristã na universidade. Autores como Nancy Pearcey, Charles Colson, Norman Geisler, Ravi Zacharias, Francis Schaeffer e C. S. Lewis muito me ajudaram durante minha jornada como estudante. E, não fiquei surpreso de ver que todos eles são bases da obra do Valmir Nascimento. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s