Teologia da Missão Integral

Em defesa de René Padilla

Por Gutierres Fernandes Siqueira

Eu li o teólogo René Padilla, ao contrário de muitos críticos dele.  Li e não gostei. O entendimento político-econômico do equatoriano é extremamente ingênuo. Mas seria ele um “herege perigoso” e “promotor do marxismo”? Ou ainda alguém que compromete as doutrinas essenciais da fé cristã? É claro que não! Diante de tanta bobagem escrita nas redes antissociais sou obrigado a sair em defesa de alguém que eu não admiro.

O movimento da Missão Integral certamente é preocupante. Muitos integrantes dizem dialogar com as ciências humanas, mas o que sobressai é apenas um viés de esquerda. Por exemplo, Padilla é um crítico ferrenho da globalização, e ele usa pressupostos de esquerda para tal, mas tenta dar uma roupagem evangelical nessa crítica. Mas isso faz de Padilla e outros nomes da TMI pessoas dignas do repúdio? Wayne Grudem não faz o mesmo com as políticas do Partido Republicano? Não acho que devemos deixar de convidar ou ouvir alguém por causa de questões secundárias.

Vivemos tempos de leviandade. Sempre quem discorda de mim é liberal, retrógrado, atrasado, herege, etc. Recentemente li um texto onde o autor chamava o teólogo presbiteriano Timothy Keller de um “sujeito perigoso”. Qual o motivo? Keller fala muito em justiça e defende uma versão de evolucionismo teísta. Em que mundo vivemos onde até um conservador como o Keller se torna um perigo iminente para a fé cristã? Que fé é essa?Qual é a base de segurança desse povo? Eu não sei se começo a rir ou a chorar.

padilla-rene-2
C. René Padilla

É impressionante a facilidade como as pessoas chamam outras de “hereges” hoje em dia. Mesmo na época tenebrosa da Inquisição havia um julgamento com direito de defesa antes do veredito. Hoje o calvinista chama o arminiano de herege e vice-versa, o cessacionista chama o continuísta de herege e vice-versa, o fundamentalista chama qualquer pessoa discordante de liberal etc. Tudo isso é muito cansativo.

Portanto, meus amigos, afirmo que Padilla não é e nunca foi um teólogo que eu admirasse, mas não sou irresponsável de excluí-lo do rol de cristãos porque discordo dele em aspectos secundários.  

Um comentário em “Em defesa de René Padilla

  1. Irmão,
    Acredito que não se trata de “chamar pessoas de herege”, simplesmente, como se não houvesse motivo algum para isso. O problema se encontra no caminho que o movimento da missão integral (usando seus termos) tem tomado. Padilla é um de seus defensores por conta disso alguns irmãos tem se levantado contra a infiltração de tais ideias no meio acadêmico das Assembleias de Deus, o que, é claro, está mais que certo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s