Dons Espirituais · Entrevistas · Hermenêutica

Entrevista com Craig Kenner: “Deus nunca derramou o Espírito de volta para o céu”!

Por Gutierres Fernandes Siqueira

O Blog Teologia Pentecostal tem o prazer de entrevistar o teólogo pentecostal Craig S. Kenner, um dos melhores exegetas da atualidade. O doutor Craig Keener é professor de Novo Testamento no Asbury Theological Seminary, no estado de Kentucky, Estados Unidos. Três de seus muitos livros ganharam prêmios nacionais, e seu livro Background Commentary vendeu mais de meio milhão de cópias. Kenner estudou teologia na Duke University, no Central Bible College e no Assemblies of God Theological Seminar.

kenner
Craig Keener

A lista de obras é imensa e inclui a temática do Espírito Santo, milagres, dons espirituais, etc.: (1991). And Marries Another: divorce and remarriage in the teaching of the New Testament. Peabody, MA: Hendrickson. (1992). Paul, Women & Wives. Peabody, MA: Hendrickson.  (1994). The IVP Bible Background Commentary: New Testament. Downers Grove, IL: InterVarsity Press. (1997). Matthew. IVP New Testament commentary series. 1. Downers Grove, IL: InterVarsity Press. (1999). A Commentary on the Gospel of Matthew. Grand Rapids, MI: Eerdmans. (2000). Revelation. NIV Application Commentary. Grand Rapids, MI: Zondervan. (2001). Gift & Giver: The Holy Spirit for Today. Grand Rapids, MI: Baker Academic. (2003). The Gospel of John: A Commentary (2 vols.). Peabody, MA: Hendrickson. (2006). 1-2 Corinthians. New Cambridge Bible Commentary. Cambridge: Cambridge University Press. (2009). The Historical Jesus of the Gospels. Grand Rapids, MI: Eerdmans. (2009). Romans. New Covenant Commentary Series. Cascade Books. (2011). Miracles: The Credibility of the New Testament Accounts. Grand Rapids, MI: Baker Academic. (2012). Acts: An Exegetical Commentary, vol. 1: Introduction and 1:1-2:47. Grand Rapids, MI: Baker Academic. (2013). Acts: An Exegetical Commentary, vol. 2: 3:1-14:28. Grand Rapids, MI: Baker Academic. (2014). Acts: An Exegetical Commentary, vol. 3: 15:1-23:35. Grand Rapids, MI: Baker Academic.  (2015). Acts: An Exegetical Commentary, vol. 4: 24:1-28:31. Grand Rapids, MI: Baker Academic. (2016). The Mind of the Spirit: Paul’s Approach to Transformed Thinking. Grand Rapids, MI: Baker Academic e (2016) Spirit Hermeneutics: Reading Scripture in Light of Pentecost. Grand Rapids, MI: Baker.

  1. (Gutierres Siqueira) Quão importantes são os dons espirituais não apenas para a prática da igreja, mas para a construção do pensamento teológico?

(Craig Kenner) Quando Paulo fala de igrejas ou assembleias, ele pensa nelas não como edifícios, mas como grupos (como pequenos grupos que poderiam caber em uma casa), em relação uns com os outros, edificando uns aos outros com os dons que Deus tinha dado a cada um. Se proibirmos a função de alguns dons, é como amputar certos membros do nosso corpo! Naturalmente, uma megaigreja de 20 mil membros não pode ter cada indivíduo contribuindo com algum serviço da mesma forma que uma igreja caseira antiga de 20 ou 30 membros poderia. Mas é bom que grandes igrejas, também, tenham pequenos grupos se reunindo onde as pessoas possam construir relacionamentos e crescer em seus dons e onde possam compartilhar carismas uns com os outros. No que diz respeito ao pensamento teológico: o ensino e o conhecimento são dons espirituais. Precisamos da ação do Espírito em tudo o que fazemos.

  1. Como podemos definir a fé pentecostal?

Pode-se definir a fé pentecostal de forma descritiva, em termos de como as denominações pentecostais agem. Ou podemos defini-la prescritivamente, em termos de como devemos agir. Eu sou mais qualificado, como um estudioso bíblico, a falar desta última abordagem. Devemos viver à luz do Pentecostes: Deus derramou Seu Espírito, capacitando Seu povo profeticamente a falar por Ele. Deus nunca derramou o Espírito de volta para o céu. O Espírito ainda está disponível, e não é menos nos dias atuais do que na época em que Pedro pregou. Portanto, todos os cristãos, não apenas os que estão em denominações pentecostais, devem viver à luz do dom do Espírito de Deus dado à Sua Igreja.

  1. Qual é o maior desafio para os cristãos carismáticos nesta geração?

Os desafios dos carismáticos podem variar de lugar para lugar (em alguns lugares os carismáticos perderam seu zelo por Cristo e a sensibilidade pelo Espírito), mas o maior desafio que eu vejo é a ancoragem nas Escrituras. Deus opera através de nossos espíritos e através de nossas mentes (o Espírito testifica com nossos espíritos e renova nossas mentes), mas nem todo sentimento ou pensamento que temos é do Espírito. Muitas vezes se atribui ao Espírito Santo o que não é do Espírito Santo: profecias defeituosas, ensinamentos estranhos, etc. Para ter um melhor discernimento precisamos da âncora chamada Escritura. Precisamos tanto do Espírito como da Palavra, como o líder pentecostal Smith Wigglesworth e outros enfatizaram. Wigglesworth disse que quando o avivamento do Espírito e o avivamento da Palavra se unirem, esse será um avivamento como o mundo nunca viu antes. É claro que, por Palavra, me refiro a Escritura lida no contexto e com seu contexto, extraindo princípios realmente no texto bíblico, e não provando textos isolados como um atalho. Nós precisamos tomar tempo para ler as Escrituras contextualmente.

  1. Podemos falar hoje de uma “erudição pentecostal”?

Sim. Hoje há muitos eruditos pentecostais, e muitos outros estudiosos (como o anglicano N. T. Wright ou o metodista Ben Witherington) que são carismáticos.

  1. Tudo o que você escreve é impressionante pela profundidade. Você tem um método de estudo que pode nos repassar?

Eu entro em profundidade porque amo a Bíblia e desejo mais compreensão. Houve um tempo em que eu lia 40 capítulos por dia (por exemplo, Mateus e Marcos na segunda-feira, Lucas e João na terça-feira, etc.), e isso me fez prestar atenção ao contexto e também ao ambiente cultural que os escritores bíblicos não precisaram detalhar porque o público original já o conhecia. Eu escrevi o Background Commentary (que será publicado pelas Edições Vida Nova) para tornar esse contexto cultural disponível a uma ampla audiência. Em termos de pesquisa: tomei notas cuidadosas sobre tudo o que estudei, especialmente sobre antigos escritos judeus (como Josefo, Filo e os apócrifos) para entender a cultura antiga e para mantê-los organizados onde quer que eu precisasse deles.

  1. Quais são os estudiosos pentecostais ou carismáticos que você recomenda?

Há uma longa lista de estudiosos pentecostais e carismáticos em um apêndice do meu livro Spirit Hermeneutics. Mas, para começar, é claro, Gordon Fee é um estudioso pentecostal maravilhoso. Para outros estudiosos pentecostais/carismáticos, você também pode olhar para Wonsuk Ma, Ben Witherington, Sam Storms, Max Turner, Robert Menzies, William Abraham, Simon Chan, J. P. Moreland, Cherith Fee Nordling, Jon Ruthven, Estrelda Alexander, Amos Yong, Crispin Fletcher-Louis, Hwa Yung… E eu poderia continuar. Nós não pensamos da mesma forma (por exemplo, alguns de nós apoiamos o ministério feminino, enquanto outros não), mas você pode ver que há muitos eruditos no nosso meio.

Um comentário em “Entrevista com Craig Kenner: “Deus nunca derramou o Espírito de volta para o céu”!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s