Dons Espirituais · Dons Revelacionais · Profecia · Profetas

O discernimento de espíritos e as profecias

Por Anthony D. Palma
Tradução: Moisés Xavier

discerning_spirits.jpg

A manifestação do Espírito que é traduzida por “discernimento de espíritos” (1 Coríntios 12.10) está, na verdade, no plural – discernimento de espíritos (diakriseis é o plural de diakrisis).

Isso indica que há mais de uma maneira pela qual esse dom se manifesta. Pode ser usado para identificar uma pessoa como endemoniada ou motivada por satanás, mas o propósito deste artigo é mostrar sua conexão com o dom de profecia.

A ordem em que aparece nos carismas, conforme apresentados em 1 Coríntios 12.8-10, indica uma forte ligação com o dom de profecia. Está listado entre profecia de um lado e línguas e interpretação do outro. Visto que o capítulo 14 de 1 Coríntios é um tratamento extenso sobre a profecia, línguas e interpretação, que lugar os “discernimentos” de espíritos têm nesse capítulo?

Paulo afirma no verso 29: “E falem dois ou três profetas, e os outros julguem.” A forma verbal de “julgar” é da palavra diakrino. Ambas as palavras carregam o significado de distinguir ou diferenciar.

Não é por acaso que Paulo listou os discernimentos de espíritos imediatamente depois do dom da profecia (12.10), e depois usou a mesma palavra na forma verbal ao lidar com o uso do dom de profecia. Essa conclusão é ainda mais fortalecida pelo fato de que essas são as únicas ocorrências das palavras “dicernimentos” no tratamento de Paulo dos carismas em 1 Coríntios 12-14.

Quais são os espíritos que devem ser distinguidos? Uma resposta óbvia é que uma diferenciação deve ser feita entre o Espírito Santo e o espírito maligno. Mas há uma terceira possibilidade – o espírito da pessoa que entrega a profecia. Pode ser que o próprio espírito de um indivíduo bem-intencionado interfira em uma declaração profética. Nesta área, é necessário confiar no onisciente Espírito Santo para a orientação e para que o genuíno seja distinguido do satânico ou humano.

Em resumo, aqui estão três indicatores que ligam esse dom com o de profecia: (1) Na lista dos carismas encontrados em 1 Coríntios 12.8-10, ele está emparelhado com a profecia, assim como a interpretação de línguas está com as línguas; (2) Em 1 Coríntios 14.29 a mesma palavra é usada para “julgar”; (3) A forma plural sugere que esse dom funciona de várias maneiras – uma delas é com o uso do dom de profecia.

Autor: Anthony D. Palma, professor de Novo Testamento e Língua Grega. Mestre em teologia pelo New York Theological Seminary e doutor em teologia pela Concordia University. Texto originalmente publicado no Enrichment Journal com o título Discerning of Spirits and Prophecy. O texto faz parte da série “A Pessoa e a Obra do Espírito Santo”.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s