Jovens

Ajudando a Geração Z a encontrar propósito

Gen-ZersPor Kent Ingle

Cada geração anseia por um propósito. Para a Geração Z (nascidos a partir de 1995), este desejo é indiscutível. Um estudo de 2017 da Lovell Corporation revelou que o propósito, a paixão e o impacto são as forças motivadoras desta geração.

Infelizmente, a Geração Z também enfrenta desafios significativos. Em 2019, 54% dos empregados com menos de 23 anos de idade relataram sentir-se ansiosos ou nervosos devido ao estresse, comparado a 34% de todos os trabalhadores, de acordo com a Associação Americana de Psicologia.

Vejo a esperança e a ambição desses jovens. No entanto, acredito que nossa fixação cultural na perfeição do Instagram está alimentando angústia e confusão.

Além disso, muitos membros da geração Z estão navegando na vida sem Deus. De fato, eles se identificam como ateus duas vezes mais que as gerações mais velhas, levando o Grupo Barna a chamar a Geração Z da primeira geração verdadeiramente pós-cristã. Sem dúvida, tentar lidar com o estresse sem fé ou com uma comunidade de fé apenas aumenta suas dificuldades.

Assim, quando se trata de descobrir um claro sentido de propósito, compreender o desígnio divino que Deus incutiu neles e superar as lutas emocionais, muitos jovens se sentem presos.

Os jovens adultos de hoje estão mais dispostos do que as gerações mais velhas a procurar ajuda profissional para as doenças mentais, o que é encorajador. Mesmo assim, como ministros e líderes que acreditam na grande e poderosa obra de Deus, temos a responsabilidade de mostrar a cada um deles de onde vem a sua ajuda e onde está o seu propósito.

Aqui estão cinco maneiras essenciais pelas quais podemos começar a ajudar os membros da Geração Z a descobrir seu objetivo:

1. Ofereça-lhes oportunidades significativas de discipulado. Os jovens seguidores de Cristo que vivem sua fé entre colegas pós-cristãos precisam de encorajamento e treinamento espiritual. Se quiserem prosperar e crescer em Cristo, seu primeiro objetivo deve ser segui-Lo em obediência.

2. Inspire-os a viver com confiança, sem comparações. Viver na fé significa viver uma vida de alegria. Se alguma coisa pode roubar essa alegria, é acreditar que a erva é sempre mais verde do outro lado. Nossa cultura está tão envolvida nessa mentalidade que raramente a reconhecemos como doentia. No entanto, a comparação pode nos roubar a alegria de descobrir o propósito de Deus para nossas vidas individuais.

3. Ajude-os a se envolverem na comunidade. Como nativos digitais, a Geração Z navega nas mídias sociais com facilidade. Mas isso não significa que eles estejam realmente conectados. Eles precisam de comunidade genuína, amizades, mentores e lugares para servir.

4. Ensina-lhes a confiar em Deus. Os jovens de hoje sentem uma imensa pressão para fazer tudo e ser tudo – tudo por eles mesmos. Mas a Escritura nos ensina a orar em todas as circunstâncias e a confiar em Deus em todas as coisas. Provérbios 3.5-6 diz: “Confie no Senhor de todo o coração e não se apoie na sua própria inteligência. Lembre de Deus em tudo o que fizer, e ele lhe mostrará o caminho certo” (NTLH).

5. Lembre-os das promessas da Bíblia. Muitos jovens estão ansiosos com o futuro. Como as gerações anteriores, eles precisam ouvir que Jesus estará sempre com eles, nunca os abandonando nem os desamparando.

Kent Ingle, Doutor em Ministério, é presidente da Southeastern University em Lakeland, Flórida, instituição ligada ao Concílio Geral das Assembleias de Deus nos Estados Unidos. Publicado originalmente na Influence Magazine

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s